Projetos / Fobias

Fobias

Série de TV Ficção

13 Ep. 52 Minutos

Drama Psicológico

Etapa: Negociação com Emissoras de TV


LOGLINE

Pessoas que sofrem das mais variadas FOBIAS têm de enfrentar e conviver com seus medos mais profundos.

TEMA DE FUNDO E PREMISSA

Fobia é um medo excessivo e irracional de um objeto, circunstância ou situação específica. É uma sensação exacerbada do medo, mesmo quando não há um perigo real. A fobia dispara uma série de sintomas físicos e ataques de pânico nas pessoas, que tendem a evitar situações em que terão contato com o objeto, animal ou evento que temem e ainda sofrerão com ansiedade antecipada apenas por imaginar estarem nesta situação.

A série narra à história de pessoas com fobias, que têm de enfrentar ou conviver, em uma dada situação, com o objeto de seus medos mais profundos, que estão sempre relacionados com determinada fobia.

ENREDO-BASE E CONFLITO CENTRAL

Em cada episódio, uma nova fobia, novos personagens, novas histórias e o mesmo suspense e terror psicológico.

Em todas as histórias, teremos pessoas vivendo uma vida normal até que ocorre um ponto de virada que colocará à mostra suas vulnerabilidades mais inconfessáveis: medos, por vezes irracionais, que obstruem seu caminho e precisam ser enfrentados inevitavelmente.

UNIVERSO / COMUNICABILIDADE / PÚBLICO-ALVO

A fobia faz parte das doenças de ansiedade. A pessoa pode sentir falta de ar, palpitações, sensação de sufocamento, tontura, desmaio, medo de enlouquecer ou perder o controle.

Podemos afirmar que todos têm alguma fobia, e a série é uma espécie de um simulacro de várias realidades e medos nos quais a audiência pode embarcar e sair com segurança.

FOBIAS é um projeto de série com universo inesgotável para boas histórias e possibilidade de muitas novas temporadas originais. São mais de 500 fobias catalogadas.

A temática da série FOBIAS se comunica diretamente ou indiretamente com os sentimentos do público alvo. Apostamos nesse forte fator de identificação para conquistar e fidelizar o público-alvo, que é o adulto e de todas as classes sociais, pois a fobia não faz distinção econômica entre as suas vitimas.

As fobias atingem atualmente cerca de 10% da população mundial. Qualquer pessoa pode ser acometida com uma fobia, seja na infância, adolescência ou na idade adulta. O medo faz parte do cotidiano humano. Pode se apresentar nas mais variadas situações nas quais nos sentimos ameaçados por algum perigo. É uma sensação que todos experimentam ao longo da vida, em maior ou menor escala, seja uma fobia ou não. Portanto, a temática da série se comunica diretamente ou indiretamente com os sentimentos da grande parcela do público.

Apostamos nesse forte fator de identificação para conquistar e fidelizar o público-alvo desta série, que é o público adulto das classes sociais A-B e B-C, com acesso a TV por assinatura, onde acreditamos estar a maior viabilidade para o projeto através da cota para conteúdo audiovisual brasileiro instituída pela Lei 12.485/11. A temática universal do “medo” faz deste um projeto também potente para emissoras de TV abertas.

A grade horária de programação mais adequada para a característica da série é a noturna.

PROJETO TRANSMÍDIA

A série FOBIAS terá um site e um canal na web (que pode estar vinculado com o site da emissora de TV) onde podemos desenvolver muitas ações transmídia, como produzir minidocumentários com pessoas reais que sofrem de alguma fobia e algumas dessas histórias podem ser roteirizadas para episódios futuros. A ideia é toda semana termos uma história real de alguém para promovermos a série nas redes sociais e atrair com isso ainda mais o interesse da audiência aos próximos episódios.

PERSONAGENS

Como são episódios e fobias independentes, cada história trará novos protagonistas e coadjuvantes. Em comum, eles terão uma fobia apavorante, um entrave psicológico que os imobiliza. Este medo íntimo será o vilão recorrente de todos os episódios da série, variando apenas o motivo de seu surgimento (a fobia em questão).

Nas sinopses de cada um dos 13 episódios da primeira temporada, há uma descrição detalhada dos personagens, protagonistas e antagonistas, principais e secundários, por episódio, com as relações que estabelecem entre si, seus conflitos e motivações e leis físicas, psicológicas e sociais que orientam suas ações.

ESBOÇO DE CURVA DRAMÁTICA DOS EPISÓDIOS

1) Exposição: apresentação do personagem em seu mundo cotidiano
2) Ataque: o personagem se defronta com sua fobia
3) Complicação: as circunstâncias colocam o protagonista em situações limite
4) Clímax: o confronto com a fobia e sua materialização se mostra inevitável
5) Resolução: os duelos interior e exterior chegam a um desfecho

TOM E GÊNERO DRAMÁTICO PRETENDIDO

O gênero é o drama (psicológico).

O tom se reveza entre o realismo e o dark de suspense, sendo comumente tenso e faz valer a visão pessoal do protagonista, embarcando a audiência em sua fobia.

Trata-se de uma proposta de série com episódios independentes, porém, que usando sempre um mesmo formato de episódio, ao estilo dos seriados “Procedural”. Cada episódio contará uma história de uma fobia específica, com personagens diferentes em cada um.

Nesse formato é possível ver o penúltimo episódio sem a obrigatoriedade de ver todos os anteriores. Isso torna a série fácil de ser acompanhada pelo público, principalmente da TV aberta.

CONCEPÇÃO DE LINGUAGEM AUDIOVISUAL

Embora independentes, os episódios terão sempre o mesmo DNA. O ponto unificador da série é o “medo”.

Vamos dar uma unidade conceitual estética/visual através do tom, da fotografia e da direção de arte de cada episódio.

Essa atmosfera fóbica será a linha condutora e se dará desde as escolhas das locações até a concepção visual e de linguagem audiovisual final para cada fobia. Criaremos uma textura / palheta de cores que também ajude a reforçar intrinsicamente o medo e potencialize o terror psicológico.

Cada episódio, embora independente, terá a sua narrativa sempre dentro de uma unidade de concepção visual e de linguagem audiovisual, criando assim uma identidade na franquia “FOBIAS”.

REFERÊNCIAS AUDIOVISUAIS

  • Série “Black Mirro” – O drama psicológico das personagens desta série inglesa, envoltos com as parafernálias tecnológicas das quais estamos cada vez mais reféns, é uma referência para Fobias. Os procedimentos de narrativa que pretendemos imprimir na nossa série encontra eco aqui, bem como o formato de episódios independentes.
  • Série “Decálogo”- Embora com uma narrativa autoral, toda a atmosfera de conflito psicológico dessa série polonesa também conversa com o terror psicológico das personagens de Fobias. Decálogo é densa, fria, cinza. Assim como a cidade de Curitiba em determinadas épocas do ano, além do fato de que apresenta episódios independentes.
  • Série “Antologia do Medo” – Essa série, embora trabalhe mais com o sobrenatural, se assemelha com Fobias em relação ao drama psicológico das personagens, sempre ancorado no medo, além de no formato de episódios independentes.
  • Série “A Sete Palmos” – Toda a atmosfera fotográfica desta série (luz / cor) servirá também de referencia estética para Fobias.
  • Longa-metragem “O Iluminado” – Aqui a atmosfera de terror, a claustrofobia e paranoia dos personagens dentro daquele hotel servem de referencia para a série Fobias. As locações sempre serão importantes em cada um dos episódios de nossa série para reforçar a atmosfera do medo. As personagens sempre vão estar presas ao labirinto de seus medos.

Galeria de Fotos