Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias

Nenhum Comentário

O processo de finalização dos 13 episódios de 52 minutos cada da primeira temporada foram concluídos com exito pelas equipes de edição de som, imagem e acessibilidade, que ficaram a cargo dos parceiros KF Studios, Post Frontier e Filmes Que Voam, respectivamente.

A estréia em rede nacional nas emissoras públicas do país via TV Brasil deve acontecer ainda no segundo semestre de 2018.

A série de TV ficção “Contracapa” mostra os bastidores da construção da notícia, sob a ótica do jornalismo investigativo. Ambientada em grande parte na Redação do jornal fictício Gazeta Brasileira, sediado em Curitiba (PR), a série acompanha o dia a dia de jornalistas que se veem envolvidos na produção de grandes reportagens investigativas, ao mesmo tempo em que precisam lidar com seus dilemas pessoais e um mercado em crise – tanto financeira quanto de credibilidade.

Pelos corredores e mesas da Gazeta Brasileira, acompanhamos repórteres, editores e fotógrafos que precisam lidar diariamente com impasses éticos e obstáculos práticos, como a falta de recursos e uma equipe cada vez mais enxuta. Na linha de frente estão a repórter Andressa, o editor Rui, a editora-chefe Carla e o jornalista investigativo veterano Inácio, figuras que mantém uma relação conturbada entre si e que precisam constantemente passar por cima de questões pessoais para o bem do jornal.

Ao longo dos treze episódios da primeira temporada da série, o espectador se vê envolvido em uma autêntica atmosfera de thriller, com mistérios a serem desvendados, reviravoltas e personagens em constante risco – tudo isso, ancorado na realidade e em uma análise minuciosa da situação atual da profissão. Isso porque, ao contrário de outros jornalistas ficcionais do cinema e da televisão, os repórteres e editores da série Contracapa não são heróis acima de qualquer suspeita; eles são, antes de tudo, seres humanos, suscetíveis a erros, batalhas de ego, conflitos pessoais e, muitas vezes, a um estado de desencanto com o próprio jornalismo.

Além de apresentar as agruras e desafios da profissão, a série Contracapa tem como um de seus pilares narrativos discutir as relações de poder entre imprensa, poder público e setor privado. Não à toa, a investigação jornalística principal mostrada em cada temporada da série sempre envolve denúncias de crimes cometidos por autoridades políticas, seja no Legislativo, Executivo ou esfera Municipal. Com isso, a série se aproxima de questões hoje em pauta na sociedade brasileira, como as relações promíscuas entre governos e empresas e a crise de reputação que atinge parte do Congresso e do Planalto.

A criação é de Rafael Waltrick e a Direção Geral e Produção são Guto Pasko e Andréia Kaláboa. O argentino Franco Verdoia assina a codireção com Pasko.

O roteirista Rafael Waltrick já trabalha no desenvolvimento da segunda temporada da série.

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias

Nenhum Comentário

Os primeiros quatro episódios da série de ficção “Contracapa” estão saindo das ilhas de edição nesta semana para o processo de finalização. Agora os episódios vão passar pelas etapas de edição de som, trilha sonora, tratamento de cor e acessibilidade. Ao todo são 13 episódios de 52 minutos cada.

As filmagens aconteceram nos meses de agosto, setembro, outubro e novembro de 2017 na cidade de Curitiba. Essa é a primeira grande série de ficção produzida no Paraná.

A estrutura narrativa da trama da série “Contracapa” tem como base o desenvolvimento de uma grande reportagem investigativa sobre um caso de armação e corrupção política, mostrando as etapas, desafios e impasses que geralmente cercam este tipo de matéria dentro de um grande jornal.

O gênero da série é o drama permeado em boas doses de suspense, pois estamos tratando de uma obra que apresenta um desenvolvimento de fatos e circunstâncias do cotidiano de um grande jornal impresso, a “Gazeta Brasileira”, compatíveis com os que acontecem (ou podem) numa redação e nos bastidores de uma grande investigação jornalística real, permeada por um conjunto de acontecimentos complicados, difíceis e tumultuosos.

Trata-se uma um Thriller de investigação, porém, ao invés de policiais, temos uma equipe de jornalistas em campo atrás dos fatos.

A série foi criada pelo jornalista e roteirista Rafael Waltrick com colaboração do roteirista e diretor Guto Pasko, que assina a direção geral de “Contracapa”. Andréia Kaláboa assina a produção e o argentino Franco Verdoia a codireção.

A produção foi financiada pelo PRODAV 12, linha do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) destinada a fomentar conteúdos para a grade de programação das TV´s Públicas. A estréia está prevista para o segundo semestre de 2018 na TV Brasil, que distribuirá o conteúdo para toda a rede pública de televisão. Seis meses após a estréia na TV aberta a série chegará na grade de programação da TV Paga também.

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias

Nenhum Comentário

Bezerra, Inácio, Andressa e Rui. Estes são os jornalistas investigativos da série de TV “Contracapa” que está sendo produzida em Curitiba pela GP7 Cinema e que narra os bastidores da construção da notícia, a partir do jornalismo investigativo. Os personagens são interpretados pelos atores paranaenses Mauro Zanatta, Hélio Barbosa, Carolina Fauquemont e Tiago Luz, respectivamente. O elenco completo da série conta com 107 atores.

As filmagens, que se iniciaram no dia 12 de agosto de 2017, entram agora na sua etapa final. Neste final de semana foi rodada a diária 52 de 75 inicialmente previstas.

O coração da série é o dia a dia desta equipe de jornalistas investigativos do jornal fictício “Gazeta Brasileira”, que se envolvem na apuração de um caso de corrupção política e, ao chegarem em fatos e interesses de grupos poderosos, acabam sendo obrigados a lidar com sérias consequências, o que leva alguns inclusive a repensarem e questionarem sua própria profissão.

As filmagens vão até 15 de novembro de 2017 e os 13 episódios de 52 minutos cada estarão finalizados até março de 2018. A estréia em rede nacional está prevista para o segundo semestre de 2018 através da TV Brasil que irá distribuir o conteúdo para toda a TV Pública brasileira em rede.

“Contracapa” é uma criação do jornalista e roteirista Rafael Waltrick em parceria com o cineasta paranaense Guto Pasko, que assina a direção geral da série. A produção é de Andréia Kaláboa e codireção do argentino Franco Verdoia.

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias, Projetos

Nenhum Comentário

A série de TV ficção com 13 episódios de 52 minutos teve inicio no começo de fevereiro com a inauguração da nova sala de roteiros da GP7 Cinema, preparada especificamente para servir aos roteiristas parceiros no processo criativo e de desenvolvimento dos projetos de séries e filmes da produtora.

Para aprimorar as tramas, desenvolver o arco definitivo e escrever todos os roteiros da primeira temporada de “Contracapa”, que narra os bastidores da construção da notícia a partir do jornalismo investigativo, o criador e Roteirista Chefe Rafael Waltrick, conta com uma equipe de mais 04 roteiristas na sala: Tiago Lipka, Marçal do Carmo, Fernando Marés de Souza e Guto Pasko.

A estrutura narrativa da trama da série tem como base o desenvolvimento de uma reportagem investigativa, mostrando as etapas, desafios e impasses que geralmente cercam este tipo de matéria dentro de um grande jornal.

O enredo está centrado no trabalho de uma equipe de jornalistas de um tradicional jornal impresso, em crise de credibilidade e financeira, que se vê em perigo ao tentar investigar um grande esquema de corrupção que envolve a produção sistemática de dossiês com o vazamento misterioso de informações sigilosas de inquéritos criminais que podem desvelar um escândalo de corrupção, comprometendo políticos e outras pessoas influentes, incluindo o próprio veículo de imprensa em que trabalham os jornalistas.

“Contracapa” não trará à tona somente o que acontece nos bastidores da criação das notícias dentro de uma Redação de um jornal, mas também mostrará o dia-a-dia, as apreensões, anseios e dilemas que cercam os profissionais que trabalham em um grande veículo de comunicação. Os protagonistas da série possuem afinidades, mas também diferentes maneiras de enxergar o trabalho jornalístico, o que também os colocará em conflito um com os outros em vários momentos.

A série está sendo produzida com investimentos do Fundo Setorial do Audiovisual – FSA/BRDE. O projeto foi selecionado na linha PRODAV 12, que visa a produção de conteúdo audiovisual para abastecer a grade de programação das TV´s Públicas Brasileiras, que serão a primeira janela de exibição em rede nacional, através da distribuição do conteúdo em rede via EBC/TV Brasil.

É a primeira vez que uma produtora independente do Estado do Paraná produz uma série de TV ficção nesse porte para o mercado de TV aberta. Posteriormente, a produtora pretende licenciar a obra para outros players do mercado, como emissoras de TV pagas e serviços de Streaming de vídeo.

Ainda no mês de fevereiro será dado inicio ao processo de pesquisa de elenco e os testes e escalação dos atores acontecerão no decorrer do mês de março. As filmagens estão programadas para acontecerem entre os meses de junho e setembro de 2017 na cidade de Curitiba.

Quem assina a Direção Geral da série é o cineasta paranaense Guto Pasko e a Produção Executiva é de Andréia Kaláboa.