Warning: Use of undefined constant core_mods - assumed 'core_mods' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/storage/d/20/68/site1394038934/public_html/wp-content/themes/gp7-theme/functions.php on line 12
Rafael Waltrick | GP7 Cinema

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias

Comments Off on CONTRACAPA: série paranaense estreia no streaming

A série de investigação Contracapa, produzida pela GP7 Cinema, chegou nesta semana à plataforma de streaming Looke. A série de TV, um thriller que mostra a rotina de uma redação de um jornal impresso sediado em Curitiba (PR), já havia estreado no início desse ano na AXN, canal pertencente à Sony Network e conhecido por programas do gênero como Criminal Minds e CSI.

Primeira temporada da série foi filmada inteiramente em Curitiba, com atores e equipe local.

A exibição no Looke marca a estreia da série em serviços de streaming. Os usuários da plataforma poderão assistir aos treze episódios da primeira temporada por meio da assinatura mensal do serviço, que sai a partir de R$ 9,90, no plano Tela Nacional, ou R$ 16,90 no plano VideoClub, que dá acesso ao catálogo completo do Looke. A temporada completa também pode ser “alugada” ou comprada isoladamente pelo usuário.

Na AXN, a série é exibida todas as terças e sextas-feiras (reprises), às 22h55.

Ambientada na redação do jornal fictício Gazeta Brasileira, a série Contracapa acompanha o dia a dia de jornalistas que se veem envolvidos na produção de grandes reportagens investigativas, ao mesmo tempo em que precisam lidar com seus dilemas pessoais e um mercado em crise.

Na primeira temporada, os jornalistas Rui, Andressa e Inácio, vividos pelos atores Tiago Luz, Carolina Fauquemont e Hélio Barbosa, se veem às voltas com um esquema de extorsão e fake news voltado a intimidar políticos e empresários. Enquanto isso, o editor-chefe do jornal, Guimarães, interpretado pelo ator Zeca Cenovicz, tem de lidar com uma crise financeira no jornal, que coloca em risco o emprego de todos os profissionais ali.

A série Contracapa foi filmada inteiramente em Curitiba, utilizando locações conhecidas da cidade, como o Passeio Público e o BarBaran. A redação do jornal, onde se passa boa parte da trama, foi construída do zero e incluiu a produção e impressão de um jornal impresso fictício desenvolvido especialmente para a série.

O núcleo principal da série chega a 35 atores, num total de 60 personagens, além das participações menores, totalizando 107 atores.

A série é uma criação do jornalista e roteirista Rafael Waltrick, que trabalhou durante dez anos em redações de jornais impressos, com passagens pelo Jornal de Santa Catarina, em Blumenau/SC, e Gazeta do Povo, de Curitiba/PR. Apesar de ser uma ficção, a série aborda dilemas comuns e atuais do mercado de comunicação, como as demissões em massa, a busca por audiência na internet e os conflitos entre o lado editorial e comercial dos veículos.

Os roteiros da série foram escritos por Rafael Waltrick, Tiago Lipka, Marçal do Carmo, Fernando Marés de Souza e Guto Pasko.

A direção geral e produção da série são assinadas por Guto Pasko e Andréia Kaláboa, da GP7 Cinema. O argentino Franco Verdoia assina a codireção dos episódios com Pasko. A produção executiva ficou a cargo de Andréia Kaláboa e Amarildo Martins.

Acesse aqui a página da série Contracapa no Looke:

https://www.looke.com.br/filmes/contracapa-1a-temporada

Assista aqui ao trailer da série: https://youtu.be/-N9S6zNTfns

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

Categorias
Festivais, Guto Pasko, Notícias

Comments Off on Diretor de Fotografia do novo longa da GP7 Cinema é selecionado para o Camerimage na Polônia

O fotógrafo de cinema João Castelo Branco, radicado em Curitiba desde a infância, acaba de entrar no programa “Talent Demo” do festival Camerimage na Polônia – o festival mais importante do mundo dedicado à fotografia de cinema – para desenvolver a fotografia do longa-metragem “Relicário” da GP7 Cinema em parceria de coprodução e distribuição com a ELO Company de São Paulo.

Os “talents” são espaços nos principais festivais de cinema do mundo dedicados a novos talentos em suas áreas de atuação. O “EnergaCAMERIMAGE – Festival Internacional da Arte Cinematográfica”, ou simplesmente “Camerimage”, se diferencia dos outros por seu foco na fotografia de cinema, sua competição avalia os filmes por sua estética visual e atributos técnicos.

O principal prêmio é o da categoria de longa-metragem de ficção, que dá estatueta do Golden Frog (o Sapo de Ouro) para o filme de melhor fotografia, ele é tido como o maior reconhecimento que um diretor de fotografia pode ter por um trabalho. Ainda há sessões competitivas nas categorias documentário, videoclipe, piloto de série de TV, profissionais estreantes em longa-metragem e filmes estudantis, além de uma sessão exclusiva de filmes poloneses. Mas o evento não se resume a uma competição.

O evento tem ainda uma feira com representação dos principais fabricantes e desenvolvedores de tecnologia para cinema, mostrando as novidades para o setor. Há ainda sessões retrospectivas e de lançamentos de filmes, exposições, concertos, seminários, workshops com alguns dos diretores de fotografia e cineastas mais renomados do mundo e há o Talent Demo.  

Os participantes do “talent” trazem um projeto ao qual estão ligados para discutirem com profissionais de renome internacional, diretores, diretores de fotografia, ou outros profissionais que podem se ajudar na elaboração do projeto. João Castelo Branco entrou no programa para trabalhar a fotografia do longa-metragem Relicário.

O projeto de longa foi contemplado pelo Edital de Produção e Desenvolvimento de Obras Audiovisuais do Estado do Paraná em parceria com a Agência Nacional de Cinema (ANCINE) na linha de coinvestimentos regionais do BRDE/FSA.

João Castelo Branco já assinou a fotografia de outras obras da produtora, como a série de ficção “Contracapa” em exibição no Canal AXN e o longa-metragem “Lamaçal”, que acaba de participar da Mostra Brasil da 44a. Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.  No último Festival de Brasília do Cinema Brasileiro João Castelo Branco recebeu o Candango de melhor direção de fotografia com o curta-metragem ficção “Parabéns a você”, de Andréia Kaláboa.

O festival Camerimage vai ocorrer de 14 a 21 de novembro de 2020 na cidade de Torun, na Polônia.

Relicário é uma história de horror e suspense escrita pelo roteirista Rafael Waltrick e que se passa nos dias de hoje num casarão na cidade da Lapa no Paraná, o qual é assombrado pelas memórias e ícones da Revolução Federalista. A direção é do cineasta paranaense Guto Pasko.

O filme aborda os eventos históricos de forma perturbadora, num terror psicológico que serve de metáfora para a violência vivida na região e na história da família, que esconde segredos obscuros. 

A construção da fotografia do projeto é um desafio, a caracterização do gênero de suspense, com elementos que beiram o terror, para tratar de assuntos sérios da história brasileira e da história familiar dos personagens não permite o uso do clichês tradicionais dos filmes de terror. O roteiro foi escrito atribuindo grande importância narrativa a construção da imagem com sugestões de silhuetas, elementos que somem nas sombras, o uso de luz de velas, cenas com relâmpagos e a luz marcando passagens de tempo.”, diz Castelo Branco.

Agora esses desafios irão contar com o apoio de grandes nomes do cinema mundial.  

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias

Comments Off on “Contracapa” estreia neste domingo em Angola e Moçambique

De Curitiba para o mundo!

A série de ficção Contracapa da GP7 Cinema estreia neste domingo em dois países de língua portuguesa da África na emissora BOOM TV.

Em Angola a exibição do primeiro episódio será às 21h e em Moçambique às 22h.

A primeira temporada da série tem 13 episódios de 52 minutos cada. Trata-se de um thriller de investigação que se passa dentro de um grande jornal impresso chamado Gazeta Brasileira e que é sediado em Curitiba. Uma equipe de jornalistas apura um esquema de corrupção política no Brasil em período eleitoral.

A emissora BOOM TV é programada nos territórios africanos pela Programadora BOX BRAZIL de Porto Alegre, que no Brasil é proprietária dos canais Prime Box Brazil, Travel Box Brazil, Music Box Brazil e Fashion TV, todos canais na TV paga.

E, por aqui, no Brasil, a série segue no ar no Canal AXN na TV Paga! O terceiro episódio será exibido na próxima terça-feira (18) às 22h55 com reprises aos sábados, sempre às 20h30!

Contracapa estreou em rede nacional em janeiro de 2019 na TV Brasil e em março de 2019 na TV Cultura de São Paulo, ambas emissoras de TV abertas. Em breve o conteúdo chegará também às plataformas de streaming de vídeo.

A série é uma criação do jornalista e roteirista Rafael Waltrick com direção geral do cineasta paranaense Guto Pasko e codireção do argentino Franco Verdoia.

Veja o teaser da série:

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias

Comments Off on “Independência ou Morte!”: série de comédia da GP7 Cinema entra em desenvolvimento

Nova série de comédia da carteira de projetos da GP7 Cinema está em processo de desenvolvimento na sala de roteiros II da produtora desde o dia 06 de janeiro de 2020.

“Independência ou Morte” foi criada por Rafael Waltrick, roteirista responsável pela criação da série investigativa “Contracapa” produzida pela GP7 Cinema, a qual foi exibida em 2019 na TV aberta em rede nacional na TV Brasil e na TV Cultura e no último dia 04 teve sua estreia no Canal AXN Brasil na TV Paga. No dia 16 de fevereiro, a série fará sua estreia internacional na BOOM TV nos países de Angola e Moçambique, na África.

Nesta nova série, Waltrick conta com a colaboração dos roteiristas paranaenses Ana Johann e Diego Gianni. Juntos, os três profissionais têm o desafio de escrever no decorrer do ano de 2020 os 13 episódios da primeira temporada, cada um com 26 minutos de duração.

Fazem parte também da equipe de desenvolvimento, o diretor Guto Pasko e os produtores executivos Andréia Kaláboa e Amarildo Martins.

O projeto de desenvolvimento foi financiado pelo Fundo Setorial do Audiovisual – FSA dentro de um Edital de apoio da Secretaria do Audiovisual em parceria com a ANCINE para fomentar projetos que abordem a temática dos 200 anos da Independência do Brasil.

“Independência ou Morte!” se utiliza da comédia e da metalinguagem para resgatar uma parte importante da história do Brasil quando comemoramos 200 anos da nossa Independência.

Premissa da série:

Domingos Quiroga, 65 anos, é um cineasta que, após uma repentina e curta consagração em sua juventude, hoje vive no ostracismo. O diagnóstico de que tem sérios problemas cardíacos acaba o motivando a resgatar um antigo sonho para deixar um legado à sua altura: a produção de um filme de época sobre Dom Pedro I e a Independência do Brasil.

Ciente de que provavelmente tem pouco tempo de vida, Domingos não mede esforços para tirar o filme do papel e faz um acordo com um antigo conhecido, Manuel, um empresário português de índole duvidosa, para conseguir recursos e iniciar a produção.

O local escolhido para as filmagens é São Marquinhos, uma pequena cidade agrícola do interior com ares coloniais que em nada lembra o antigo Rio de Janeiro do início do século 19 e a Prefeita concorda em ajudar na produção apenas se puder interpretar o personagem de José Bonifácio, o “Patriarca da Independência”.

O ator que interpreta Dom Pedro I acaba deixando o set por falta de pagamento e um morador da cidade, o japonês Tanaka, assume o papel.

A falta de recursos – ou de competência dos envolvidos – o obriga a subverter e reimaginar esses momentos históricos.

Essa “releitura” é responsável por boa parte do aspecto cômico da série, que focará não na exibição do material fictício filmado, mas sim nos bastidores da filmagem.

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias

Comments Off on Série “Contracapa” da GP7 Cinema estreia hoje no Canal AXN

Depois de ser exibida em rede nacional em canal aberto na TV Brasil e na TV Cultura de São Paulo, a série de ficção paranaense “Contracapa”, produzida pela produtora GP7 Cinema, agora estreia na TV paga no prestigiado Canal AXN de propriedade da Sony.

O Canal AXN é (re)conhecido pelo seu público-alvo pelas séries investigativas e “Contracapa” narra os bastidores da construção da notícia, a partir do jornalismo investigativo.

Na trama principal dos 13 episódios de 52 minutos, uma equipe de jornalistas da Gazeta Brasileira, um tradicional jornal impresso de Curitiba, se vê envolta em uma série de intrigas e perigos ao investigar um escândalo de corrupção política. Intrigas, mistérios, perigos e reviravoltas aguardam esses jornalistas, às voltas com um escândalo político onde nada é o que parece.

“Contracapa” é a primeira grande série paranaense independente e foi filmada integralmente na cidade de Curitiba com elenco e equipe técnica local. Ao todo foram mais de 400 pessoas envolvidas na produção, que teve quatro meses de filmagens. Só atores são 107, entre personagens do núcleo principal, coadjuvante e elenco de apoio.

A criação é do jornalista e roteirista Rafael Waltrick, com direção geral do cineasta paranaense Guto Pasko e codireção do diretor argentino Franco Verdoia. A produção é assinada por Pasko e Andréia Kaláboa, ambos sócios da produtora curitibana GP7 Cinema, fundada em 2001 e que já produziu mais de 40 obras audiovisuais até aqui.

A série Contracapa estreia no Canal AXN  hoje às 22h55, com reprises aos sábados às 20h30.

Assinta ao teaser da série:

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias

Comments Off on “Minha Nova Vida de Solteiro”: GP7 Cinema filma piloto de série de comédia

A série é uma criação de Antonio Carlos Domingues, com roteiro final de Rafael Waltrick e direção de Guto Pasko.

O elenco é formado pelos atores paranaenses Edson Rocha, Laura Hadad, Cintia Glock, Ludmila Nascarella, Fabiana Ferreira, Carla Rodrigues e o comediante Fabio Silvestre, além das adolescentes Nicole Blanc e Ariane Gomes.

Premissa

Após vinte anos de casamento, um cinquentão recém-divorciado precisa reaprender a ter uma vida social e se relacionar com outras mulheres, ao mesmo tempo em que assume a tarefa de cuidar das duas filhas adolescentes. Mesmo longe de ser um “pé de valsa”, ele acaba encontrando na dança de salão e no universo dos bailes uma forma de se reinventar.

“Minha Nova Vida de Solteiro” traz uma visão bem-humorada sobre as dificuldades e desafios da vida em família, principalmente quando essa família ganha uma nova configuração, com a separação do casal.

A primeira temporada da série prevê seis episódios de 26 minutos cada.

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias

Comments Off on Longa “Aldeia Natal” tem sequência de filmagens na Ucrânia

Guto Pasko chega na Ucrânia acompanhado de seus pais para continuidade das filmagens do longa-metragem documental “Aldeia Natal”, que retrata a história da família.

O diretor passou três décadas renegando a sua origem ucraniana, mas essa herança cultural tem ecoado há anos, tanto na sua vida pessoal quanto no cinema que ele faz, o que levou o diretor a uma profunda crise existencial e profissional nos últimos tempos.

E para entender quem era e de onde veio, Guto Pasko mergulhou num intenso processo de pesquisa genealógica e chegou um momento em que era preciso desenterrar 120 anos de carma histórico familiar. E para isso, era preciso ir até a Ucrânia.

Tanto os antepassados por parte de pai quanto da mãe de Guto Pasko são originários da Ucrânia e imigraram para o Brasil em 1896.

A Aldeia Yaseniv, no Município de Brody, na Província de Lviv é de onde saíram os “Pasko” e a Aldeia Skvaryava, no Município de Zolochiv, também na Província de Lviv (oeste do país), é de onde saíram os “Ternosky”, antepassados de sua mãe.

As filmagens no leste europeu se entenderão até final de novembro.

Após o retorno ao Brasil, as filmagens continuam no município de Prudentópolis, no Paraná, com termino previsto para o dia 27 de dezembro de 2019.

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias

Comments Off on Série “Contracapa” da GP7 Cinema estreia também na TV Cultura de SP

Após ter estreiado na TV Brasil e na TV Educativa do Paraná, a primeira temporada da série paranaense “Contracapa” estreia nesta sexta-feira (8) na TV Cultura de São Paulo, às 0h30min.

A TV paulista vai exibir um episódio por semana, sempre nas noites de sexta pra sábado, no mesmo horário.

A série de ficção “Contracapa” mostra os bastidores da construção da notícia, sob a ótica do jornalismo investigativo. Ambientada na redação do jornal fictício Gazeta Brasileira, sediado em Curitiba (PR), a série acompanha o dia a dia de jornalistas que se veem envolvidos na produção de grandes reportagens investigativas, ao mesmo tempo em que precisam lidar com seus dilemas pessoais e um mercado em crise – tanto financeira quanto de credibilidade.

Contracapa propõe uma discussão ampla não só sobre o tradicional trabalho jornalístico, mas também sobre as várias peculiaridades, contradições e desafios que cercam a profissão e o modelo de negócios de uma empresa de comunicação. Isto, sem deixar de lado o imprescindível aspecto humano, ao apresentar de forma íntima e irrestrita a rotina dos profissionais que trabalham na linha de frente, apurando informações, escrevendo matérias e editando estas reportagens, ao mesmo tempo em que tentam equilibrar suas convicções pessoais com a pressão advinda de agentes externos.

Produzida pela GP7 Cinema, a série explora os bastidores da notícia a partir do jornalismo investigativo, mostrando as etapas e desafios que cercam este tipo de trabalho. Ao todo, 107 atores, todos paranaenses, participaram da produção. Os cinco roteiristas também são do Paraná, bem como a maioria da equipe técnica.

Contracapa foi selecionada na segunda edição da Chamada Pública para Produção de Conteúdo para TVs Públicas – Prodav 12/2015, dentro do programa Brasil de Todas as Telas. Produzida inteiramente no Paraná, a série tem como foco os problemas enfrentados em um jornal impresso que passa por crise tanto financeira como também de credibilidade.

A série aborda o trabalho de uma equipe de jornalistas de um tradicional jornal impresso, em crise financeira e de credibilidade, que inicia uma investigação de grande esquema de corrupção envolvendo a produção sistemática de dossiês com o vazamento de informações sigilosas de inquéritos criminais. Os documentos vazados podem desvelar um escândalo de corrupção, comprometendo políticos e pessoas influentes, incluindo o próprio jornal no qual os personagens principais trabalham.

O núcleo principal chega a 35 atores, num total de 60 personagens na série, além das participações pequenas totalizando 107 atores. Estes estão divididos em três núcleos: jornalístico, político e policial. A série mostra também o drama destes personagens, em especial os jornalistas, que apesar de possuírem afinidades, têm maneiras diversas de enxergar o trabalho, o que os coloca em conflito frente às dificuldades da investigação.

Teaser da série:

Sinopses reduzidas de cada episódio:

Episódio 1

O vazamento de fotos comprometedoras envolvendo um candidato ao governo coloca a redação da ‘Gazeta Brasileira’ em polvorosa. Enquanto Andressa corre contra o tempo para tentar falar com o candidato, Rui recebe uma missão especial de Guimarães. Fora do caso, Inácio é obrigado a se adaptar à crise financeira que assola o jornal.

Episódio 2

Andressa segue em busca de uma entrevista com o candidato exposto e Rui descobre que a polícia também está interessada no escândalo. Em segredo, Inácio consegue pistas sobre a travesti envolvida no caso. Na redação, Guimarães faz esforços para cortar custos e precisa encarar as consequências.

Episódio 3

Após conseguir um furo de reportagem, Andressa se une a Rui na investigação sobre o vazamento das fotos, enquanto Guilherme segue no encalço dos policiais envolvidos no caso. Inácio busca no passado indícios da armação que tirou o candidato da disputa eleitoral. O boato de demissões deixa os repórteres da ‘Gazeta Brasileira’ em alerta.

Episódio 4

O anúncio de metas de audiência para a versão online da ‘Gazeta Brasileira’ coloca Carla contra a redação. Rui tenta decifrar um dossiê misterioso que chegou às suas mãos e Andressa acaba colocando Letícia em risco durante a investigação. Inácio recorre a antigas fontes, enquanto precisa lidar com problemas pessoais.

Episódio 5

Guimarães é pressionado por um antigo conhecido. Rui tenta proteger Andressa e acaba invadindo a vida pessoal da repórter, o que traz à tona o passado dos dois. Correndo contra o tempo, Inácio se aprofunda na sua investigação, mas é confrontado pela filha, Priscila.

Episódio 6

Andressa fica prestes a encarar a mulher que aparece nas fotos vazadas, e Rui descobre que os policiais estão dispostos a tudo para encobrir os passos dos envolvidos no escândalo. Em busca do paradeiro da filha, Inácio toma atitudes extremas e chega até o possível chefe do esquema.

Episódio 7

Os caminhos de Rui e Andressa finalmente se cruzam com os de Inácio e os três jornalistas ficam em perigo. Pressionado por fantasmas do passado, Guimarães volta atrás na investigação, enquanto Guilherme se arrisca para tentar chegar aos policiais envolvidos no esquema.

Episódio 8

Os jornalistas da ‘Gazeta Brasileira’ são obrigados a encarar as consequências da crise financeira do jornal. Inácio toma uma decisão difícil e, em meio à crise na redação, Andressa e Rui se aproximam.

Episódio 9

O cerco dos policiais se aperta contra Inácio, Rui e Andressa, levando a resultados drásticos para as pessoas próximas dos jornalistas. Enquanto isso, a redação sofre com o sumiço repentino de Guimarães e precisa se adaptar às novas condições de trabalho.

Episódio 10

Uma reviravolta na disputa eleitoral aumenta as suspeitas sobre os envolvidos no esquema do vazamento das fotos. Inácio precisa encarar as consequências de seus atos e a real condição de Guimarães vêm à tona.

Episódio 11

Com a ajuda de Rui e Inácio, Andressa consegue um novo furo de reportagem, e os jornalistas ficam mais próximos de desmascarar todo o esquema. Em segredo, Rui descobre revelações surpreendentes sobre o passado da própria ‘Gazeta Brasileira’.

Episódio 12

Rui, Inácio e Andressa unem forças para denunciar todos os envolvidos no esquema de chantagem e extorsão de políticos, mas precisam encarar um obstáculo dentro do próprio jornal. A disputa de forças na redação coloca a lealdade de outros jornalistas da ‘Gazeta Brasileira’ à prova.

Episódio 13

Os envolvidos no esquema vão até as últimas consequências para impedir que as denúncias da ‘Gazeta Brasileira’ venham à tona, e Rui precisa tomar uma difícil decisão. Mudanças dentro do jornal trazem uma nova realidade para repórteres e editores, e Inácio e Andressa são obrigados a encarar os efeitos da investigação em suas vidas pessoais.

Ficha Técnica

Gênero: Ficção
Quantidade de episódios: 13
Duração de cada episódio: 52 minutos
Região: Sul
Criação: Rafael Waltrick
Direção: Guto Pasko, Franco Verdoia e Andréia Kaláboa
Classificação Indicativa: 14 anos

Serviço:

Estreia na TV Cultura sexta-feira, 08 de março de 2019, às 0h30min.
Exibição de um episódio por semana, sempre na noite de sexta pra sábado no mesmo horário.

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Imprensa, Notícias

Comments Off on Série CONTRACAPA da GP7 Cinema tem pré-estreia na TV Brasil e TV Educativa do Paraná
Seriado é um thriller de investigação sobre corrupção política no Brasil. 

A pré-estreia é nesta segunda-feira (21/1), às 23h45, e a exibição começa dia 28/01, sempre às segundas-feiras, 00h45, com dois episódios seguidos.
Uma equipe de jornalistas de um tradicional jornal impresso enfrenta situações de perigo ao investigar um grande esquema de corrupção no Brasil.
Este é o tema da série  “Contracapa”, que estreia na próxima segunda-feira (21/1), às 23h45, no canal TV Brasil.Assinada pela produtora GP7 Cinema, de Curitiba, o seriado tem 13 episódios de 52 minutos.
A partir do dia 28 de janeiro, vai ao ar em novo horário, às 0h45, com apresentação de dois episódios na faixa Maratona de Verão do canal.As exibições acontecem todas as segundas até março com retransmissão simultânea na TV Educativa do Paraná – Canal 9.
“Contracapa” explora os bastidores da notícia a partir do jornalismo investigativo, mostrando as etapas e desafios que geralmente cercam este tipo de trabalho.A direção geral e produção são assinadas por Guto Pasko e Andréia Kaláboa.A direção dos episódios é de Pasko com codireção do argentino Franco Verdoia.
“O convidamos para ajudar a trazer um olhar de fora sobre nossa realidade brasileira, além de potencializar a comercialização internacional futura da obra”, explica o cineasta a respeito da escolha do codiretor estrangeiro.As filmagens foram feitas todas em Curitiba, entre agosto e novembro de 2017, destacando diversos locais da capital paranaense.
Contabilizando o núcleo principal, diversos personagens e pequenas participações, o seriado envolveu 107 atores, todos paranaenses.
“Os grandes nomes do estado estão no elenco. Os cinco roteiristas também são do Paraná, bem como a equipe técnica”, ressalta Pasko.
“Contracapa” foi selecionada na segunda edição da Chamada Pública para Produção de Conteúdo para TVs Públicas (PRODAV 12/2015), dentro do programa Brasil de Todas as Telas, e contou com investimentos do Fundo Setorial do Audiovisual, sendo a primeira série ficcional de grande porte produzida no Paraná.
Enredo
A série enfoca o trabalho de uma equipe de jornalistas de um tradicional jornal impresso, em crise financeira e de credibilidade, que inicia uma investigação de grande esquema de corrupção envolvendo a produção sistemática de dossiês com o vazamento de informações sigilosas de inquéritos criminais. Os documentos vazados podem desvelar um escândalo de corrupção, comprometendo políticos e pessoas influentes, incluindo o próprio jornal no qual trabalham os personagens principais.A série mostra também o drama destes personagens, em especial os jornalistas, que apesar de possuírem afinidades, têm maneiras diversas de enxergar o trabalho, o que os coloca em conflito frente às dificuldades da investigação.
Roteiro
Assinam a trama o Roteirista Chefe e Criador da Série Rafael Waltrick, acompanhado por Tiago Lipka, Marçal do Carmo, Fernando Marés de Souza e Guto Pasko.
A GP7 CINEMA
Fundada em 2001 pelos cineastas e produtores Andréia Kaláboa e Guto Pasko, a GP7 Cinema conta com 47 produções no portfólio. A equipe já produziu longas-metragens, telefilmes, episódios de TV, minisséries e séries de TV, trabalhando tanto com ficção quanto com documentários. Entre os trabalhos de destaque, o longa “Iván – De volta para o passado”, é um deles.
SERVIÇO
ESTREIA: segunda-feira (21/1), às 23h45, na TV Brasil e TV Educativa do Paraná – Canal 9.
EXIBIÇÕES: a partir de 28/1, todas as segundas-feiras, às 0h45, nas duas emissoras.
Como sintonizar a TV BRASIL
http://tvbrasil.ebc.com.br/comosintonizar

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias

Comments Off on Série “Contracapa”: primeira temporada é concluída

O processo de finalização dos 13 episódios de 52 minutos cada da primeira temporada foram concluídos com exito pelas equipes de edição de som, imagem e acessibilidade, que ficaram a cargo dos parceiros KF Studios, Post Frontier e Filmes Que Voam, respectivamente.

A estréia em rede nacional nas emissoras públicas do país via TV Brasil deve acontecer ainda no segundo semestre de 2018.

A série de TV ficção “Contracapa” mostra os bastidores da construção da notícia, sob a ótica do jornalismo investigativo. Ambientada em grande parte na Redação do jornal fictício Gazeta Brasileira, sediado em Curitiba (PR), a série acompanha o dia a dia de jornalistas que se veem envolvidos na produção de grandes reportagens investigativas, ao mesmo tempo em que precisam lidar com seus dilemas pessoais e um mercado em crise – tanto financeira quanto de credibilidade.

Pelos corredores e mesas da Gazeta Brasileira, acompanhamos repórteres, editores e fotógrafos que precisam lidar diariamente com impasses éticos e obstáculos práticos, como a falta de recursos e uma equipe cada vez mais enxuta. Na linha de frente estão a repórter Andressa, o editor Rui, a editora-chefe Carla e o jornalista investigativo veterano Inácio, figuras que mantém uma relação conturbada entre si e que precisam constantemente passar por cima de questões pessoais para o bem do jornal.

Ao longo dos treze episódios da primeira temporada da série, o espectador se vê envolvido em uma autêntica atmosfera de thriller, com mistérios a serem desvendados, reviravoltas e personagens em constante risco – tudo isso, ancorado na realidade e em uma análise minuciosa da situação atual da profissão. Isso porque, ao contrário de outros jornalistas ficcionais do cinema e da televisão, os repórteres e editores da série Contracapa não são heróis acima de qualquer suspeita; eles são, antes de tudo, seres humanos, suscetíveis a erros, batalhas de ego, conflitos pessoais e, muitas vezes, a um estado de desencanto com o próprio jornalismo.

Além de apresentar as agruras e desafios da profissão, a série Contracapa tem como um de seus pilares narrativos discutir as relações de poder entre imprensa, poder público e setor privado. Não à toa, a investigação jornalística principal mostrada em cada temporada da série sempre envolve denúncias de crimes cometidos por autoridades políticas, seja no Legislativo, Executivo ou esfera Municipal. Com isso, a série se aproxima de questões hoje em pauta na sociedade brasileira, como as relações promíscuas entre governos e empresas e a crise de reputação que atinge parte do Congresso e do Planalto.

A criação é de Rafael Waltrick e a Direção Geral e Produção são Guto Pasko e Andréia Kaláboa. O argentino Franco Verdoia assina a codireção com Pasko.

O roteirista Rafael Waltrick já trabalha no desenvolvimento da segunda temporada da série.