Gp7 Cinema



Tags
, , , , , ,

Categorias
Festivais, Guto Pasko, Notícias

Nenhum Comentário

O projeto de longa-metragem ficção idealizado por Andréia Kaláboa e roteirizado em parceria com Tiago Lipka  participou do Curitiba LAB dentro das atividades do Festival Internacional Olhar de Cinema em parceria com o SESI/PR.

O LAB é um espaço para desenvolvimento de projetos cinematográficos, com o objetivo de apontar suas forças e fraquezas, além orientar os produtores de modo a tornar seus projetos mais atraentes e viáveis. Os consultores foram Tati Leite, Ana Johann, Leonardo Levis e Aly Muritiba.

“Sereis Uma Só Carne” é uma obra audiovisual sobre o empoderamento feminino dentro do universo religioso, em que se misturam fé, fantasia e realidade, tudo isso permeado de erotismo.

Projeto participou da 14ª edição do Curso de Desarrollo de Proyectos Cinematográficos Iberoamericanos da Fundação Carolina / Programa IBERMEDIA em Madrid/Espanha em 2016 (único projeto brasileiro selecionado nessa edição) e do 5º Laboratório Novas Histórias – Programa SESC/SENAC de Desenvolvimento de Roteiros 2015.

O filme será a estréia de Andréia Kaláboa na direção de longas de ficção e a produção é assinada por Guto Pasko. Neste momento a produtora busca os recursos de produção e parcerias de coprodução internacional e a estimativa é filmar em 2018.

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias

Nenhum Comentário

O longa documentário aborda o cotidiano do município paranaense de Prudentópolis e fecha a trilogia ucraniana do diretor.

O município de Prudentópolis no Paraná é peculiar. Tudo inspira a Ucrânia. Dos atuais 52 mil habitantes, 75% são de origem ucraniana. Os ucranianos em Prudentópolis fizeram-se valer da superioridade numérica para impor seus meios de identificação, fazendo que, concomitantemente, os demais que também habitam a região (brasileiros e poloneses), assimilassem seus usos e costumes e, deste modo, aceitassem suas representações de modo incontestável, tornando-se um caso único no mundo, aonde o grupo que chega, domina o grupo receptor.

Embora estes três filmes abordem a temática da imigração ucraniana, são filmes absolutamente diferentes e independentes, com focos bem específicos, porém, se completam enquanto temática e estudo de caso.

O primeiro filme de Pasko que aborda a imigração ucraniana é o longa-metragem “Made in Ucrânia” (2006), que faz um resgate histórico-didático sobre a Ucrânia e as três fases da imigração para o Brasil.

O segundo filme é o longa-metragem “Iván” (produzido em 2010/2011 e lançado nos cinemas em 2015), retratando a vida do imigrante ucraniano Iván Bojko, que vive em Curitiba e é refugiado de segunda guerra mundial. O documentário é baseado nos diários pessoais dele e pano de fundo do filme é o comunismo soviético na Ucrânia e sofrimento desse imigrante nas mãos dos nazistas depois de ter sido sequestrado por eles numa aldeia rural da Ucrânia e levado para trabalho forçado na Alemanha no período da guerra.

O longa também foi selecionado no Edital de Licenciamento de filmes paranaenses promovido pela Secretaria de Cultura do Estado com o objetivo de estimular a difusão do audiovisual paranaense na Rádio e TV Educativa do Paraná (RTVE) – TV É-Paraná. As obras selecionadas e licenciadas passarão a fazer parte do cadastro de obras audiovisuais da RTVE pelo período de dois anos e serão veiculadas dentro da grade de programação da emissora.

A estréia do filme acontece dentro do festival internacional Olhar de Cinema. São duas sessões do filme dentro do festival. Dia 08/06 às 21h30min na sala 3 do Cine Itáu do Shopping Crystal no Batel, seguida de debate com o diretor Guto Pasko e Dia 09/06 às 16h30min na sala 4 do Cineplex do Shopping Novo Batel.

O filme foi produzido via Art. 1o. A da Lei do Audiovisual e contou com patrocínio master da COPEL através do Programa Conta Cultura da Secretaria de Estado da Cultura do Paraná, além de contar com patrocínio do BRDE, LAQUILA e CASAFERTIL.

Ficha Técnica:

Roteiro e Direção: Guto Pasko
Produção Executiva: Andréia Kaláboa
Direção de Produção: Amarildo Martins
Direção de Fotografia: João Castelo Branco
Captação e Edição de Som: Elenton Zanoni
Montagem: Guto Pasko e Heidi Peters

SINOPSE:

Em Prudentópolis no sul do Brasil, 75% da população são de origem ucraniana. Lá, os “brasileiros” sempre foram obrigados a compartilhar mesmo que involuntariamente, dos usos e costumes desse povo, que os “impôs” no dia-a-dia da população local por mais de um século, gerando muitos conflitos com quem não é ucraniano. Mas o processo de aculturação chegou, e para todos.

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , ,

Categorias
Festivais, Notícias

Nenhum Comentário

Por Andréia Silva,

Filmes premiados em diversos eventos pelo mundo, como os festivais de Cannes, Veneza, Miami, do Rio, entre outros, serão exibidos até o dia 4 de junho na mostra “Olhar de Cinema 2012 – Festival Internacional de Curitiba”.

Ao todo, serão exibidas 72 produções, sendo 24 longas e 12 curtas-metragens internacionais, e 8 longas e 14 curtas nacionais.

Entre as obras brasileiras, serão exibidos os longas Sudoeste, de Eduardo Nunes, Mr. Sganzerla – O Signo da Luz, de Joel Pizzini, e Iván – De Volta Para o Passado, de Guto Pasko (veja o trailer abaixo).

O festival traz ainda a mostra de videoarte “Multiolhares”, com nove filmes, e uma programação especial com cinco produções de John Cassavetes (1929-1989).

As exibições, oficinas e demais eventos acontecem em diferentes locais da cidade, como o Espaço Itaú de Cinema, Cinemateca de Curitiba, Museu Oscar Niemeyer, Sesc Paço da Liberdade, Sesc da Esquina e Teatro Guairinha.

Paralelamente às exibições, será promovido o 1º Seminário de Cinema Contemporâneo de Curitiba, com palestras e debates que vão abordar diferentes aspectos da produção de cinema no Brasil e no mundo.

http://www.saraivaconteudo.com.br/Noticias/Post/45921

Mais informações sobre horários, locais e programação completa no site http://olhardecinema.com.br.

Serviço – Olhar de Cinema 2012
Quando: Até 4 de junho
Onde:Vários
Quanto: Entrada gratuita