Gp7 Cinema



Tags
, , , , ,

Categorias
Guto Pasko

Nenhum Comentário

Um Brasil diferente. Um Brasil estrangeiro. Um “Brazil Made in Paraná”.

Essa é a logline da série de TV documental de 07 episódios de 26 minutos, a qual acaba de ter o piloto produzido e finalizado.

A série é sobre a diversidade cultural e étnica do Paraná e cada episódio falará de uma comunidade de imigrantes específica, retratada a partir de uma região e/ou cidade do estado que abriga aquela etnia.

PILOTO

O episódio piloto retrata a comunidade árabe de Foz do Iguaçu.

A imigração árabe na região da Tríplice Fronteira, principalmente entre Foz do Iguaçu e Ciudad del Este, é representada a partir da vivência de personagens distintos, que evidenciam os seus traços identitários e culturais por meio das relações sociais, trabalho, ritos, festas e celebrações e dão sentido e coesão às tradições do grupo social.

Neste sentido, convergem a história e as novas leituras de mundo, como a representatividade das mulheres nos diferentes papéis sociais e a quebra de alguns estigmas sobre as muçulmanas, o jovem empreendedor libanês e ex-açougueiro, que coloca em prática as tradições de sua família em uma nova roupagem a  partir do contato com as redes sociais e o ex-marinheiro octogenário que circulou seis vezes o mundo todo e fixou os últimos anos de sua vida em Foz, onde encontra sentido na religião para nortear a sua experiente trajetória de vida. Temas que não costumam ser abordados, como a Achura, celebração xiita que faz parte do calendário islâmico, o abate Halal, que está relacionado aos preceitos islâmicos relacionados ao que é proibido e permitido, e a representação midiática sobre a cultura árabe, a geopolítica e os estereótipos sociais e culturais.

“Brazil Made in Paraná” é uma coprodução entre GP7 Cinema e Trópico Audiovisual com Direção Geral de Guto Pasko e Codireção de Diego Florentino.

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Imprensa, Notícias, Uncategorized

Nenhum Comentário

Uma série para a tevê, sobre jornalismo investigativo, está sendo gravada no Paraná. Assinada pela produtora GP7 Cinema, do diretor Guto Pasko, a série chama-se Contracapa e terá 13 episódios de 52 minutos cada. A produção explora os bastidores da notícia a partir do jornalismo investigativo, mostrando as etapas e desafios que cercam este tipo de trabalho. A série será exibida em tevês públicas e os diretores também pretendem vendê-la para emissoras privadas.

Ao todo, 107 atores, todos paranaenses, estão envolvidos com a produção. Os cinco roteiristas também são do Paraná, bem como a equipe técnica, com exceção do argentino Franco Verdoia, que assina a codireção. Contracapa foi selecionada na segunda edição da Chamada Pública para Produção de Conteúdo para TVs Públicas, dentro do programa Brasil de Todas as Telas, sendo o primeiro de grande porte no Paraná a fazer uso do programa. As filmagens vão até 10 de novembro.

Legenda foto: Guto Pasko com parte do elenco e equipe / Foto de Kid Azevedo

Por Reinaldo Bessa em 27/10/2017 no Jornal Gazeta do Povo

http://www.gazetadopovo.com.br/reinaldo-bessa/curiosidades/jornalismo-investigativo-sobre-corrupcao-e-tema-de-serie-rodada-no-parana/

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias

Nenhum Comentário

A produtora GP7 Cinema começou a filmar no último dia 12 a série de ficção “Contracapa” sobre jornalismo investigativo. Essa é a obra audiovisual 41 do portfólio da produtora paranaense, que completou 16 anos de história no mês de junho de 2017.

As gravações serão todas na cidade de Curitiba e se entenderão até o dia 10 de novembro, num total previsto de 75 diárias para filmar os 13 episódios de 52 minutos cada que compõem a primeira temporada.

A série narra os bastidores da construção da notícia, a partir do jornalismo investigativo, tendo como pano de fundo o dia a dia profissional de uma equipe de jornalistas de um grande jornal impresso chamado “Gazeta Brasileira”, que, ao se envolverem uma investigação sobre um caso de corrupção política no Brasil, se colocam em risco.

No elenco, grande parte dos atorens são paranaenses, chegando a 107 com as pequenas participações.

A série foi criada pelo jornalista e roteirista Rafael Waltrick a partir de uma demanda da produtora e das TV´s Públicas Brasileiras. Na equipe de roteiristas, além de Waltrick, fizeram parte Tiago Lipka, Fernando Marés, Marçal do Carmo e Guto Pasko. A Direção Geral é assinada pelo cineasta paranaense Guto Pasko com codireção do argentino Franco Verdoia. A Fotografia é de João Castelo Branco com colaboração de Ivanir Silva. A Direção de Arte é de Isabelle Bitencout e Direção de Produção de Max Leean. A montagem estará a cargo de João Menna Barreto e Lucas Cesário.  A produção é de Andréia Kaláboa e Guto Pasko, sócios da GP7 Cinema.

A obra está sendo financiada pela linha PRODAV 12/2016 do FSA/BRDE destinada à produção de conteúdo para as TV´s Públicas Brasileiras. A estréia está prevista para o segundo semestre de 2018 e a distribuição  / difusão nacional em TV aberta será via EBC/TV Brasil. Posteriormente o conteúdo será exibido na TV paga também e nos serviços de streaming de vídeo – VOD.