Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias, Projetos, Uncategorized

Nenhum Comentário

A série ficcional com 13 episódios de 52 minutos da GP7 Cinema de Curitiba sobre “jornalismo investigativo” foi selecionada na segunda edição da Chamada Pública para Produção de Conteúdos para as TVs Públicas – PRODAV 12/2015 – dentro do Programa Brasil de Todas as Telas.

O Programa Brasil de Todas as Telas é uma iniciativa da Agência Nacional do Cinema (Ancine), em parceria com o Ministério da Cultura (MinC) e com a colaboração do Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), que tem como objetivo expandir o mercado interno e universalizar o acesso da população aos serviços audiovisuais, com investimento em produção, distribuição e programação de conteúdos.

Para esta linha de produção de conteúdo foram destinados R$ 60 milhões do FSA, divididos em cinco editais regionais abertos simultaneamente, cada um deles no valor de R$ 12 milhões, que resultou na seleção de 57 propostas, sendo três delas no Paraná – duas em Curitiba e uma em Londrina.

A produtora GP7 Cinema irá receber R$ 3,7 milhões de investimento do FSA para produzir a série, que será filmada no primeiro semestre de 2017 na cidade de Curitiba.

Segundo Guto Pasko, sócio da GP7 Cinema, os projetos selecionados nessa chamada pública e o aporte financeiro destinado para as produções trarão recursos que movimentarão toda a cadeia produtiva do setor audiovisual paranaense.

“Editais como esse potencializam o mercado local e facilitam o acesso de produtoras de fora do eixo Rio – São Paulo às grandes emissoras, principalmente os canais fechados que, após a Lei 12.485/2011, precisam exibir no mínimo três horas e meia por semana de programação com conteúdo produzido no Brasil. Nosso desafio é tentar trazer o máximo de recursos para fomentar a produção paranaense e ajudar a abastecer essa demanda também”, afirma Guto Pasko.

A série é resultado da parceria criativa do jornalista e roteirista Rafael Waltrick e do diretor e roteirista Guto Pasko. As tevês públicas serão a ‘primeira janela’ para o seriado, que depois poderá ser licenciado para canais abertos e fechados, no Brasil e no exterior.

Resumo do enredo:

“Equipe da velha-guarda de jornalistas de um importante jornal impresso em crise financeira e de credibilidade, tenta apurar um esquema de corrupção que envolve a produção de dossiês políticos, vazamento de informações sigilosas e investigações criminais para comprometer pessoas específicas”.

Gp7 Cinema



Tags
, , , ,

Categorias
Notícias

Nenhum Comentário

Ciclo de capacitações, com foco no segmento, chega à terceira etapa neste ano; planejamento e estratégias de distribuição serão temas de discussão nos dias 30 e 31 de maio

O mercado audiovisual brasileiro está aquecido, e, por esta razão, cada vez mais empreendedores do segmento buscam novas formas de qualificação para atender à crescente demanda. Ao encontro desta perspectiva, o Sebrae/PR dá continuidade ao ciclo de capacitações para um grupo de 20 profissionais de áudio e vídeo de Curitiba e Região Metropolitana, participantes do Programa de Economia Criativa – Audiovisual, tendo como foco o mercado e a distribuição de conteúdo audiovisual.

Nessa fase, a ideia é abordar as questões pré e pós-produção, desde as fontes de recursos disponíveis, elaboração e apresentação de projetos, até a negociação e a distribuição da obra para o mercado nacional e internacional. Nos dias 23 e 24 de maio, os empresários discutiram e aprofundaram conhecimentos sobre o tema “Legislação para Captação de Recursos”, com Roberta Ladeira, especialista em Direito Audiovisual e Direito Regulatório, e Daniel Rainho, especialista em propriedade intelectual. As atividades continuam nos dias 30 e 31 de maio.

“Nos últimos encontros, focamos em planejamento e construção de roteiros. Agora, queremos focar no mercado. Vamos abordar duas importantes fases para a construção de uma produção audiovisual, a primeira é a fase de elaboração do projeto para captação de recursos, as fontes disponíveis de incentivos e a forma de acessá-las. Na segunda, vamos tratar das estratégias de negociação pós-produções e distribuição de conteúdos audiovisuais”, explica Walderes Bello, consultora e gestora do Sebrae/PR.

O conteúdo do primeiro ciclo de palestras, que aconteceu no último fim de semana, teve como base as leis de incentivo ao audiovisual, contratos, direitos autorais, formatação de projetos e mecanismos de acesso aos recursos de incentivo. “Os participantes se mostraram muito interessados sobre as fontes diretas e indiretas de incentivo, como Lei Rouanet e os Fundos Setoriais para Audiovisual, questões administrativas e jurídicas que envolvem as práticas de mercado, além de preocupações com a obtenção de direito autoral, os quais devem sempre ter resguardados para a comercialização da obra”, diz o especialista Daniel Rainho.

O tema das próximas capacitações é “Planejamento e Estratégias de Distribuição”, e as palestras terão como foco a distribuição de conteúdos audiovisuais, dicas de pitching (apresentação de projetos) para empresas e canais de tevê, noções sobre o mercado de tevê e o mercado internacional de audiovisual. Os palestrantes serão Minom Pinho, sócia-diretora da Casa Redonda Cultural de São Paulo, e Gilberto Toscano, especialista em Direito do Entretenimento.

Minom Pinho conta que, ao longo das oito horas de sua oficina, pretende focar no empreendedorismo cultural, na distribuição e viabilidade de comercialização dos ativos criativos paranaenses para o mercado brasileiro e no mapeamento das produtoras, de acordo com o seu perfil produtivo. “Vamos fazer um mapeamento das vocações presentes em cada empresa geradora de conteúdo, a fim de enriquecer a atuação estratégica dentro da sua área, assim como explorar as múltiplas fontes de receita e faturamento”, assinala.

Troca de experiências

Proporcionar uma visão de negócio e trazer a experiência de consultores especializados no mercado brasileiro são duas das vantagens destacadas por Désiree Portela Santos, sócia da produtora Frame 22 e participante do Programa de Economia Criativa – Audiovisual do Sebrae/PR. Para ela, a conectividade com os especialistas e com as demais produtoras faz agir e até a rever posicionamentos.

Para Andréia Kaláboa, sócia da produtora GP7 de Curitiba, empresa que está no mercado audiovisual desde 2001, “a troca de experiência é um dos pontos altos deste projeto, pois os especialistas trazem um novo panorama de mercado, mais abrangente que o nosso. É essa soma de experiências e informações relevantes sobre legislação, marketing e mercado audiovisual que torna os cursos produtivos e aplicáveis à nossa rotina”.

Informações

Para saber mais sobre o Programa Economia Criativa para o Setor Audiovisual do Sebrae/PR, os interessados devem entrar em contato pela Central de Relacionamento 0800 570 0800 ou pelo site www.sebraepr.com.br.

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Imprensa, Notícias

Nenhum Comentário

A emissora de TV Pública do Estado E-Paraná exibiu matéria especial sobre os 14 anos da produtora GP7 Cinema, dando destaque para as produções recentes de conteúdo para televisão e cinema.

São mais de 35 obras audiovisuais produzidas ao longa da história da produtora e nos últimos cinco anos de atuação o foco principal tem sido a produção de conteúdo para emissoras de TV.

Somente para a RPC TV (afiliada TV Globo no Paraná) a GP7 Cinema produziu 23 episódios de TV ficção para o quadro Casos e Causos, além da minissérie de época “Colônia Cecília – Uma História de Amor e Utopia”, que retrata a história da única experiência (real) anarquista da América Latina, idealizada por imigrantes italianos no município paranaense de Palmeira, entre 1890 e 1894.

Esse know how adquirido nesse período deu confiança para a produtora alçar voos maiores. Nos últimos dois anos uma equipe de 09 roteiristas parceiros da GP7 Cinema está trabalhando no desenvolvimento de uma carteira de 10 projetos de séries para TV de diferentes tipologias, visando atender as grandes emissoras do eixo Rio-São Paulo, principalmente os canais por assinatura, que desde a entrada em vigor da Lei 12.485/11, estão tendo que cumprir uma cota mínima de 3,5 horas semanais de conteúdo audiovisual brasileiro independente em suas grades de programação.

Essa nova janela que se abriu no mercado audiovisual brasileiro é a grande aposta da GP7 Cinema para se consolidar no mercado como produtora de ponta na produção de conteúdo de qualidade. A meta da produtora é se tornar referência nacional entre as produtoras do sul do Brasil aptas a atender todas as emissoras de grande porte do país, tanto os canais nacionais quanto estrangeiros, sejam emissoras de TV por assinatura ou abertas. Hoje a estrutura técnica e humana da GP7 Cinema está preparada para atender essa demanda.

Foi destaque também na matéria do E-Cultura a produção internacional do longa-metragem “Iván – De Volta Para o Passado”, filmado no Brasil, Alemanha e Ucrânia. O documentário retrata a história de vida do imigrante ucraniano Iván Bojko, refugiado de segunda guerra mundial, que vive em Curitiba. O filme foi selecionado na Chamada Pública PRODECINE 03/2013 e entrará em cartaz nas salas de cinema de todo o país ainda em 2015.

Confira a matéria na integra no link abaixo:

Veja o making of da produção da minissérie “Colônia Cecília”.

Confira o trailer do longa “Iván – De Volta Para o Passado”.

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias

Nenhum Comentário

O evento foi promovido pelo SEBRAE/PR e a GP7 Cinema esteve representada pelo diretor e roteirista Guto Pasko, a produtora Andréia Kaláboa e os roteiristas Tiago Lipka e Mario Lopes.

Iniciativa conta com a participação da palestrante internacional Deborah Calla e visa capacitar produtoras de audiovisual interessadas em entender melhor as necessidades do mercado.

O workshop ‘Era uma vez…Dominando os importantes conceitos da criação de roteiro de cinema ou série’ acontece neste sábado, dia 31, das 10 às 18 horas, na sede do Sebrae/PR, em Curitiba. Empresários e profissionais ligados a micro e pequenas empresas do mercado audiovisual poderão ampliar seu conhecimento e práticas na construção de roteiros. A iniciativa conta com a parceria da palestrante internacional Deborah Calla.

Brasileira radicada nos Estados Unidos, Deborah – que é membro do Sindicado de Produtores Americanos (Producers Guild of America – PGA) e do Sindicado de Roteiristas (Writers Guild of America – WGA) já escreveu e produziu conteúdo para o cinema e para a televisão americana e irá compartilhar seus mais de dez anos de experiência profissional na área.

Deborah já ministrou cursos e palestras em diversos países e em entidades como os sindicatos de produtores e roteiristas dos Estados Unidos, AFI (American Film Institute), USC (University of Southern California), Tribeca All Access (Tribeca Film Festival), Produced By Conference (a mais importante conferência de produtores nos Estados Unidos), Amman (curso financiado pelo Film Commission da Jordânia),  Taipei (curso financiado pela Film Commission de Taiwan) e no APRO-SEBRAE (como palestras no Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Curitiba).

Workshop ‘Era uma vez…’

Por meio de uma linguagem direta e objetiva, ‘Era uma vez…’ pretende oferecer um momento de aprendizado intenso para a produção de conteúdo para Cinema, TV e Web. “Os participantes sairão com sólidas ideias de compreensão dos instrumentos para construir uma história para qualquer plataforma”, afirma Deborah Calla, que está empolgada com o talento apresentado pelos produtores paranaenses.

“Fiquei surpresa, pois os profissionais do mercado apresentam muita vontade de aprender e fazer. E, principalmente, as produtoras têm approach e compreensão da importância de começar um projeto bem elaborado, respeitando um bom roteiro, pois ele é peça fundamental no alicerce da construção de qualquer projeto audiovisual”, destaca Deborah.

De acordo com a consultora do Sebrae/PR, Walderes Bello, a iniciativa faz parte do Programa Economia Criativa, que oferece aos empresários de micro e pequenas empresas análises de potencial estratégico de seus negócios, entre outros serviços. A oferta do workshop com Deborah Calla surgiu nessa perspectiva:  após a realização de um diagnóstico sobre a produção de roteiros em Curitiba, revelou-se a necessidade de aperfeiçoar as produções do Paraná.

“Com base nisso, montamos um plano estratégico voltado à qualidade das produções feitas aqui em Curitiba. Visamos ampliar o potencial competitivo dos empresários do setor. Haja vista que as produções dos paranaenses apresentam competências de linguagem que podem agradar aos mais variados mercados”, explica Walderes.

Em um dia, os participantes do workshop vão aprender a construir personagens complexos e a entender a importância da jornada do protagonista e da sua relação com os outros personagens; criar tramas que expõem as várias camadas dos personagens envolvidos; criar obstáculos que exijam decisões morais e psicológicas dos protagonistas e antagonistas; conhecer as ferramentas usadas na execução de cada um dos gêneros do cinema e da televisão; a importância de um logline e sua aplicação; entender o que faz uma série funcionar e como compreender quais são os elementos essenciais para que isso aconteça; como criar um sistema de desenvolvimento, roteirização e produção que irá gerar um sucesso; formatar corretamente um roteiro para cinema e para televisão.

Mercado em ascensão

O mercado audiovisual brasileiro tem conquistado espaço no cenário internacional com suas produções nos últimos anos e, de acordo com especialistas, é possível ir além. Um exemplo positivo dessa receptividade do produto audiovisual nacional no exterior é o documentário de longa-metragem curitibano ‘Iván – De volta ao passado’, de Guto Pasko. Produzido em 2010, pela GP7 Cinema, o filme está em seis idiomas e estreia para o grande público neste semestre, após um período de levantamento de recursos e apoios internacionais para a distribuição.

O filme documenta o retorno de Iván Bojko à Ucrânia, sua terra natal. Desde 1948 ele vivia no Brasil como refugiado da Segunda Guerra Mundial, mantendo-se ligado às tradições culturais dos seus pais através da música. Já com 91 anos de idade, ele faz uma verdadeira viagem de “volta ao passado”.

Informações e inscrições

O workshop ‘Era uma vez…’ será realizado neste sábado, dia 31, das 10 às 18 horas, na sede do Sebrae/PR, localizado na Rua Caeté, nº 150 – Prado Velho. A taxa de inscrição custa R$ 300 e as vagas são limitadas. Para se inscrever ou obter mais informações os interessados devem ligar para o telefone (41) 3330-5746 e falar com a Mariane.

Sobre o Sebrae/PR

Para quem já é ou quer ser empresário, o Sebrae/PR – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná é a melhor opção para obter informações e conhecimento. Criado na década de 1970, o Sebrae apoia as decisões dos empresários, dos potenciais empresários e dos potenciais empreendedores, no campo e na cidade, porque é a instituição que entende de pequenos negócios e possui a maior rede de atendimento do País. No Paraná, conta com seis regionais e 12 escritórios. A instituição chega aos 399 municípios por meio de Pontos de Atendimento ao Empreendedor, Salas do Empreendedor e parceiros locais, como associações, sindicatos, cooperativas, órgãos públicos e privados. O Sebrae/PR oferece palestras, orientações, capacitações, treinamentos, projetos, programas e soluções, com foco em empreendedorismo e gestão; empresas de alto potencial e potencialização; educação empreendedora; startups; liderança; e ambiente de negócios.

http://www.paranashop.com.br/colunas/colunas_n.php?id=47244&op=gente

Gp7 Cinema



Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

Categorias
Guto Pasko, Notícias, Política Cultural

Nenhum Comentário

Indústria audiovisual curitibana mobiliza as forças da cidade.

Sete organizações participantes do Grupo Estratégico do Mercado Audiovisual de Curitiba assinam termo destinado a execução de um Plano Mobilizador para a área.

Nesta segunda-feira (dia 10), as nove organizações participantes do GEMAC (Grupo Estratégico do Mercado Audiovisual de Curitiba) vão assinar um termo de cooperação técnica para a execução de um Plano Mobilizador, com o objetivo de alavancar o crescimento da indústria audiovisual curitibana.

O GEMAC – formado pelo SEBRAE/PR, FIEP, SESI, FECOMÉRCIO, SESC, Fundação Cultural de Curitiba, Agência Curitiba de Desenvolvimento, SIAPAR – Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado do Paraná e AVEC – Associação de Cinema e Vídeo do Paraná – tem como visão transformar Curitiba em um polo de excelência da indústria criativa do audiovisual alinhada à necessidade do mercado global.

O grupo surgiu após o SEBRAE promover um diagnóstico do mercado dentro do seu projeto Economia Criativa do Audiovisual e assim fazer o convite para instituições representativas que pudessem elaborar um plano para fortificar o setor.

Com a assinatura do termo de cooperação, cada instituição do GEMAC desenvolverá as ações do Planejamento Estratégico proposto, que envolve: capacitação dos profissionais, empresários e lideranças do setor; ampliações mercadológicas; fomento de recursos; além de ações ligadas ao protagonismo político.

O evento acontece no Auditório do SEBRAE/PR, às 19h.